Estudos Bíblicos

"Prossigamos até a perfeição" Hb 6:1

Você está aqui: Home Salmos

Patrocínio

Salmo 23 - O Senhor é o meu pastor, nada me faltará

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. O cálice transbordante é símbolo de alegria ou de ignominia? A mesa preparada propõe reconciliação com o inimigo, ou aponta para a vítima da festa? O Salmo 23 é uma parábola que faz referência a um rebanho, ou é uma profecia acerca de uma ovelha específica? O Salmo 23 só ganha sentido quando analisado sob o prisma da vítima perfeita escolhida e preservada por Deus: o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo: "Mas Jesus disse a Pedro: Põe a tua espada na bainha; não beberei eu o cálice que o Pai me deu?" ( Jo 18:11 ).

 

Leia mais...

Salmo 1 - Bem-aventurança

Os ímpios perecem, mas não em consequência de terem se assentado a beira de uma mesa de um bar cercado por beberrões de vinho. O que caracteriza a roda dos escarnecedores não são as anedotas que contam. Não é em função de frequentarem lugares reprováveis pela moral humana que os ímpios perecem. Mesmo assentado em uma instituição religiosa, moralista, legalista, ritualista, a exemplo dos escribas e fariseus, os homens permanecem ímpios e perecem. O apóstolo João evidencia esta verdade: “Quem tem o Filho tem a vida, mas quem não tem o Filho de Deus não tem vida” ( 1Jo 4:12 ). Para ser salvo é necessário ter Cristo, pois boas ações e uma vida regrada não salva o homem. Mesmo quem possuiu uma conduta ilibada na sociedade necessita de Cristo, visto que ainda não tem vida em si mesmo.

Leia mais...

Salmo 19 - O Louvor da Criação

A expressão da grandeza de Deus não necessita de um código de signos lingüísticos para ser compreendido. A natureza demonstra a grandeza, a glória e a fidelidade de Deus. A natureza não falha na sequência dos eventos pré-estabelecidos por Deus.

Leia mais...

Salmo 18 - A angustia do Servo do Senhor

O Salmo 18 nem de longe trata de questões relacionadas ao salmista Davi ou de suas conquistas pessoais, antes, inspirado pelo Espírito Eterno ele profetizou cerca do Messias ( 2Sm 22). O Salmo fala de como Deus retribuiria o Cristo segundo a pureza de suas mãos, visto que, Cristo é o único homem a não cometer pecado "O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano" ( 1Pe 2:22 ). 

Leia mais...

Descanso à sombra do Onipotente - Salmo 91

Apesar da proteção dada ao Messias, Ele não teria possessão permanente neste mundo. Do mesmo modo que o crente Abraão não construiu casa na terra da promessa, antes habitou em tendas em função de aguardar a cidade que tem fundamentos ( Hb 11:9 -10), de Cristo foi predito que nenhum mal chegaria a sua tenda, indicando que Ele não faria casa neste mundo "E disse-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça" ( Lc 9:58 ).

Leia mais...

Salmo 91 - Aquele que Habita no esconderijo do Altíssimo

Da mesma forma que Deus prometeu ao Seu Filho Jesus Cristo que estaria com Ele angustia ( Sl 91:15), Jesus também prometeu estar conosco todos os dias até a consumação dos séculos ( Mt 28:20 ). Da mesma forma que Cristo nunca foi desamparado por Deus, mas esteve sujeito à angustia ( Sl 22:24 ), Ele alertou que no mundo temos aflições ( Jo 16:33 ). Qualquer pregador ou sermão que prometa livrar os homens de suas aflições diárias não é conforme a doutrina de Cristo, visto que Ele mesmo não prometeu livrar os que confiam n'Ele das aflições, antes determinou que tivéssemos bom animo.

Leia mais...

Patrocínio

Depoimentos

left
"A concepção mais excelente de amor foi alterada com a dinâmica da língua, mas a essência do amor permanece inviolável".
 

Lançamento

left
Acesse a loja do portal Estudo Bíblico e adquira o livro 'A Obra que demonstra Amor a Deus'.