Estudos Biblicos

Deus promete casa...

postador por: Claudio F. Crispim
28 Mai 2012
8172
         


Quem busca o reino dos céus ( Lc 12:31 ), busca alegria, paz e gozo no Espírito Santo, pois o reino de Deus não consiste em comida e bebida "Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo" ( Rm 14:17 ). Quem busca o reino de Deus busca o poder de ser feito filho de Deus, pois só os que recebem poder de serem feitos filhos de Deus podem ver o reino dos céus, visto que o reino não tem aparência exterior "Porque o reino de Deus não consiste em palavras, mas em poder" ( 1Co 4:20 ; Jo 1:12 -13 ; J o 3:3 ; Lc 17:20 ).


"Inclinai os vossos ouvidos, e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, dando-vos as firmes beneficências de Davi" ( Is 55:3)

 

Introdução

Depois de muitas batalhas, Davi estava sossegado em sua casa quando subiu ao coração um desejo de construir uma casa que abrigasse a Arca da Aliança. Para o rei Davi era inadmissível que ele morasse em uma casa de cedros enquanto a arca do Senhor continuava sob tendas.

Foi quando Ele propôs em seu coração fazer uma casa para Deus. Em seguida chamou o profeta Natã e propôs seu intento. O profeta de pronto disse: - Vai, e faze tudo quanto está no teu coração; porque o SENHOR é contigo ( 2Sm 7:3 ).

De noite Deus apareceu ao profeta e desfez o conselho do profeta, de modo que foi comissionado a advertir o rei Davi dizendo: - Assim diz o SENHOR: Edificar-me-ás tu uma casa para minha habitação? Porventura reclamei que ninguém me construiu casa? o SENHOR te faz saber que te fará casa ( 2Sm 7:5 -7).

Deus mesmo declarou que não habita em casa feita por mãos de homens, porém prometeu a Davi que faria casa para sua habitação ( At 7:48-50 ; 17:24). Que casa seria esta?

 

A história dos templos

Por boca do profeta Isaias Deus prometeu a todos quantos inclinassem os ouvidos e ouvissem a Sua palavra que lhes concederia as ‘firmes beneficências de Davi’. Que benesses o salmista Davi recebeu que quem inclinar o ouvido e ouvir a palavra do Senhor tornar-se-á participante?

Para descobrimos que bênção firme foi prometida, faz-se necessário relermos uma passagem bíblica acerca de Davi, que foi salmista e rei em Israel. A passagem bíblica em tela aborda o dia em que Davi propôs em seu coração fazer uma casa para a arca do Senhor ( 2Sm 7:2 ). Foi quando Deus falou a Davi por boca de Natã, dizendo: “Edificar-me-ás tu uma casa para minha habitação?” ( 2Sm 7:5 ).

Diferente do que intentava o rei, Deus lhe promete: “... o SENHOR te faz saber que te fará casa” ( 2Sm 7:11 ). Deus prometeu que, quando os dias de Davi fossem completos (após a morte do salmista), Deus haveria de levantar um dentre a descendência do salmista que estabeleceria o reino e edificaria uma casa a Deus ( 2Sm 7:13 ; At 13:36 ; ).

Ora, após a morte de Davi, Salomão, um dos filhos de Davi edificou um templo suntuoso, porém, o trono do seu reino não permaneceu para sempre e o templo foi destruído ( 2Cr 36:19 ). Tempos depois, segundo o que os profetas anunciaram, o rei Ciro deu uma ordem para que fosse construído um templo em Jerusalém, porém, ele não era um descendente da carne de Davi e nem firmou o reino “Assim diz Ciro, rei da Pérsia: O SENHOR Deus dos céus me deu todos os reinos da terra, e me encarregou de lhe edificar uma casa em Jerusalém, que está em Judá” ( 2Cr 36:23 ).

Apesar de o templo construído nos dias de Zorobabel ser menor que o templo do rei Salomão, Deus prometeu por boca de Ageu que "... a glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o SENHOR dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o SENHOR dos Exércitos" ( Ag 2:9 ). Tal profecia foi necessária porque as pessoas que viram a suntuosidade do primeiro templo maneavam a cabeça e desprezavam o segundo templo ( Ag 2:3 ).

Muito tempo após a morte de Davi, que tinha uma promessa expressa de Deus, nasceu um descendente de Davi em Belém de Judá. Miraculosamente uma das filhas da casa de Davi concebeu do Espírito Santo e deu à luz um menino, e os anjos louvavam dizendo: “Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens” ( Lc 2:14 ).

Na plenitude dos tempos, a paz de Deus desceu das alturas e tomou a forma de homem "Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz" ( Is 9:6). Por diversas vezes Jesus adentrou no segundo templo, que fora feito por mão de homens, e o povo não percebeu que foi dada a paz. A glória do segundo templo tornou-se maior que a do primeiro em função de Cristo ter adentrado ao templo, mas os homens não perceberam que n’Ele se cumpria as escrituras.

 

O Templo em que Deus habita

E aquele JESUS, o Descendente prometido por Deus a Davi segundo as escrituras, foi comissionado a edificar uma casa a Deus. A profecia de cumpriu? Cristo é o descendente prometido a Davi que edificaria um templo a Deus? Se tal casa foi edificada, por que não a vemos? Ou ainda estaria para se cumprir a profecia? Tal templo será construído no milênio?

Certo é que Jesus é o Descendente prometido, o filho de Davi e, segundo as Escrituras, o Filho de Deus “Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho” ( Hb 1:5 ; 2Cr 7:14 ). Muitos queriam apedrejar Jesus porque Ele deixava claro que era o Filho de Deus “Àquele a quem o Pai santificou, e enviou ao mundo, vós dizeis: Blasfemas, porque disse: Sou Filho de Deus?” ( Jo 10:36 ), porém muitos confessaram que Jesus é o Cristo "E nós temos crido e conhecido que tu és o Cristo, o Filho do Deus vivente" ( Jo 6:69 ).

Como Deus não habita em casa feita por homens, quando introduziu o seu Filho Unigênito no mundo lançou a pedra fundamental do seu templo. Através de Cristo teve inicio a obra maravilhosa de Deus: construir uma casa para Si, conforme predisse os seus profetas "A pedra que os edificadores rejeitaram tornou-se a cabeça da esquina" ( Sl 118:22 ). Em vão os homens construíam templos, pois rejeitaram a pedra angular estabelecida por Deus. A obra de Deus é tão maravilhosa que os edificadores não creram quando lhes foi anunciada ( Sl 118:23 ; At 13:41 ; Hb 11:39 ).

E Jesus, o Filho de Davi, é a pedra angular da casa que Deus se propôs erguer em louvor de sua glória e graça “Por isso também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa; e quem nela crer não será confundido. E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes, a pedra que os edificadores reprovaram, essa foi a principal da esquina, e uma pedra de tropeço e rocha de escândalo, para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados” ( 1Pe 2:6 -8).

 

A necessidade de pedras para o templo

Todos os homens que inclinam os ouvidos aos ensinamentos de Cristo têm acesso livre a Deus, pois se tornam participantes das beneficências prometidas a Davi. Deus prometeu que faria casa a Davi, e que o seu Descendente construiria um templo e estabeleceria o reino.

Com a vinda do Messias, o descendente de Davi, Deus fez casa a Davi ( Dn 2:35 ; Dn 7:13 -14).

Em segundo lugar, como o Descendente foi incumbido de fazer uma casa para habitação do Senhor, Cristo tornou-se a pedra angular. Ele é a pedra viva que os edificadores rejeitaram.

Agora, através do evangelho é lançado o convite a todos os homens, e aqueles que inclinarem os ouvidos e obedecerem a Cristo, tornam-se participantes da beneficência prometida a Davi.

Isto não significa que tal homem será recompensado com riquezas deste mundo, onde o ladrão rouba e a ferrugem ataca. Antes, a beneficência está em alcançar a condição de pedras vivas, de modo que será utilizado na construção do templo que Deus é o sábio arquiteto.

A benção é ser uma pedra viva. Deus prometeu a Davi que o seu Descendente edificaria um templo e o descendente tornou-se a pedra angular. Todos que creem em Cristo como Senhor, tornam-se pedras vivas, assim como Cristo é pedra viva, e são edificados casa espiritual “Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo” ( 1Pe 2:5 ); "Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim" ( Jo 14:6 ).

Para ser edificado ‘casa espiritual’, ou seja, ser participante das beneficências prometidas a Davi, é necessário tornar-se um dos filhos de Deus, assim como Cristo ( Ef 2:19 ; Jo 1:12 -13). Quando o homem torna-se filho, significa que está sendo edificado sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, e Cristo é a pedra angular ( Ef 2:20 -22). A casa que o Descendente de Davi constrói não é de tijolos de barro ou de argamassa, antes é construída com pedras vivas para morada de Deus em Espírito.

Os templos construídos com paredes e vitrais, com cúpulas ou abóbadas, seja torre ou claustro, adornado ou não, não é o templo que Deus escolheu para ali habitar.

Quando o apóstolo Paulo diz: "E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo" ( 2Co 6:16 -18), fica claro que o Filho de Davi e os seus irmãos, aqueles que creem e são batizados em sua morte e ressurgirem, constituem o templo (casa) que Deus prometeu a Davi.

A igreja de Cristo é o templo em que Deus habita, pois Ele mesmo diz: “Neles habitarei (...) Eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-poderoso” ( 2Co 6:16 e 18). Sobre o novo templo, Jesus disse: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada" ( Jo 14:23 ). Ou seja, quem guarda a palavra de Cristo é o que inclina os ouvidos.

E qual é a promessa? "E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna" ( 1Jo 2:25 ). Portanto, quem inclina os ouvidos e crê, receb



erá a promessa: vida eterna. Além da vida eterna, o cristão recebe a bênção de ser constituído ‘pedra espiritual’ que compõe o templo santo erguido para louvor da graça de Deus "Inclinai os vossos ouvidos, e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, dando-vos as firmes beneficências de Davi" ( Is 55:3).

 

A profecia

Do mesmo modo que Deus deu descanso a Davi em relação aos seus inimigos, Deus haveria de fazer a Davi casa ( 2Sm 7:11 ). A promessa de casa a Davi cumpriu-se quando Cristo veio, pois a linhagem de Davi permanecerá eternamente. De Cristo, o Filho do rei diz a bíblia: “Nos seus dias florescerá o justo, e abundância de paz haverá enquanto durar a lua (...) O seu nome permanecerá eternamente; o seu nome se irá propagando de pais a filhos enquanto o sol durar, e os homens serão abençoados nele; todas as nações lhe chamarão bem-aventurado” ( Sl 72:7 e 17 ).

Apesar da promessa, Davi morreu, ou seja, isto prova que quem tem promessa é sujeito à morte, pois todos os filhos dos homens são sujeitos à morte. Até mesmo Cristo foi sujeito à morte, pois veio na semelhança da carne do pecado ( 2Sm 7:12 ).

A descendência que seria levantada refere-se a Cristo, e seria segundo a linhagem da casa de Davi. Cristo é o renovo justo que floresceu na casa do seu servo Davi "Eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que levantarei a Davi um Renovo justo; e, sendo rei, reinará e agirá sabiamente, e praticará o juízo e a justiça na terra" ( Jr 23:5 ).

Quanto ao renovo a profecia já se cumpriu, com relação ao reino, cumprir-se-á no milénio, pois quando for estabelecido o reino, o seu principado não terá fim "Do aumento deste principado e da paz não haverá fim, sobre o trono de Davi e no seu reino, para o firmar e o fortificar com juízo e com justiça, desde agora e para sempre; o zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto" ( Is 9:7 ).

Além de ter constituído casa (descendência) a Davi, o Descendente de Davi haveria de edificar casa ao nome do Senhor, e esta casa é a Igreja. Após edificar a casa, Deus estabelecerá o seu reino ( 2Sm 7:13; Sl 110:1 ).

Deus enfatiza que o descendente de Davi haveria de ser o Filho de Deus. Mesmo que transgredisse, o que não ocorreu, para demonstrar o quanto era firme a promessa, garantiu que, haveria de ser castigado, porém, jamais Deus haveria de retirar a sua benignidade do seu Filho ( 2Sm 7:14 ).

Apesar de não transgredir, Cristo tomou sobre si a iniquidade de muitos, a o castigo veio sobre ele "Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados" ( Is 53:5 ).

Por fim, Deus garantiu a Davi que a casa de Davi e o reino seria estabelecido para sempre ( 2Sm 7:16 ).

Hoje a igreja está sendo edificada com características semelhantes à do templo erguido por Salomão, visto que não se ouve som de martelo e a madeira utilizadas vem dentre os gentios ( 1Rs 6:7 ). A glória do segundo templo era maior que a do primeiro, visto que n’Ele foi dado a paz aos homens. Semelhantemente, a gloria da igreja é maior que a do segundo templo, pois Deus só é glorificado através das obras que procedem das suas mãos "E todos os do teu povo serão justos, para sempre herdarão a terra; serão renovos por mim plantados, obra das minhas mãos, para que eu seja glorificado" ( Is 60:21 ).

 

A visão de muitos hoje

O templo que está em construção continua sendo erguido pelo Senhor. Cada qual que trabalha como servo deve edificar sobre Cristo, pois não há outro fundamento "Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele" ( 1Co 3:10 ).

Desde o Éden a promessa de Deus centra-se no Descendente ( Gn 3:15 ). Uma vez que a humanidade passou a estar sob condenação e apenada com a morte (separação de Deus) e, através do Descendente a bem-aventurança é comunhão com Deus: vida.

A Abraão foi prometido o Descendente, e n’Ele o crente Abraão foi justificado alcançando a bem-aventurança. No Descendente foi prometido ‘bem-aventurança’ a todas as famílias da terra ( Gl 3:16 ) e, em Davi, verifica-se que a promessa continuou vinculada ao Descendente.

Em nossos dias veem-se inúmeros templos sendo erguidos e que se somam a milhares que foram erguidos ao longo da história da humanidade. Em todos eles são feitas imprecações, orações e promessas mil de bênçãos. Poucos têm coragem de dizer que o verdadeiro templo é a igreja, que se constitui de homens à parte de qualquer instituição humana.

As bênçãos que são a tônica nestes templos resumem-se em prosperidade financeira, boas casas, empresas, empregos, família, etc. Nada se fala em buscar o reino dos céus e a sua justiça! E o pior, não sabem que a bênção maior é ser constituído uma das pedras vivas que compõe o templo do Senhor, ou seja, ser participante das firmes beneficências prometidas a Davi “Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” ( 1Co 3:16 ).

Mas, o Espírito expressamente diz: “Mas Cristo, como Filho, sobre a sua própria casa; a qual casa somos nós, se tão somente conservarmos firme a confiança e a glória da esperança até ao fim” ( Hb 3:6 ), pois muitos que correram atrás de bens deste mundo "... nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores" ( 1Tm 6:10 ).

Estes são aquelas semente que germinaram em meio a espinhos, pois “... ouvem a palavra; Mas os cuidados deste mundo, e os enganos das riquezas e as ambições de outras coisas, entrando, sufocam a palavra, e fica infrutífera” ( Mc 4:18 -19). Se é infrutífera, será arrancada ( Jo 15:2 ).

Em nossos dias é comum preletores lerem a seguinte passagem: “Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes ( Jr 33:3 ), e relacioná-la com problemas pertinentes a este mundo. Porém, o texto é claro: basta clamar ao Senhor, que Ele há de responder. O clamor é a expressão da crença.

Qual vai ser a resposta? O que Deus anunciará? Coisas grandes e firmes! Ou seja, coisas que não subiu ao coração do homem "Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam" ( 1Co 2:9 ).

Daniel clamou ao Senhor, e Deus anunciou a ele coisas grandes e firmes que ele não sabia ( Dn 9:4 ). O que lhe foi anunciado tinha relação direta com o Messias e o seu reino ( Dn 9:24 -27).

O que Deus responde não tem a ver com emprego, casa, dinheiro, solução de problemas, curas, maravilhas, multiplicação de pães, carro, gravides, casamento, etc. O que Deus responde a quem confia (e por isso clama), refere-se à paz que Deus dá ( Jr 10:9 ). A resposta que contém coisas firmes, imutáveis, refere-se às firmes beneficências prometidas a Davi, como se lê: “Naqueles dias e naquele tempo farei brotar a Davi um Renovo de justiça, e ele fará juízo e justiça na terra. Naqueles dias Judá será salvo e Jerusalém habitará seguramente; e este é o nome com o qual Deus a chamará: O SENHOR é a nossa justiça. Porque assim diz o SENHOR: Nunca faltará a Davi homem que se assente sobre o trono da casa de Israel; Nem aos sacerdotes levíticos faltará homem diante de mim, que ofereça holocausto, queime oferta de alimentos e faça sacrifício todos os dias. E veio a palavra do SENHOR a Jeremias, dizendo: Assim diz o SENHOR: Se puderdes invalidar a minha aliança com o dia, e a minha aliança com a noite, de tal modo que não haja dia e noite a seu tempo, Também se poderá invalidar a minha aliança com Davi, meu servo, para que não tenha filho que reine no seu trono; como também com os levitas, sacerdotes, meus ministros” ( Jr 33:15 -21).

Jesus recomendou aos seus ouvintes que buscassem o reino de Deus e a sua justiça porque Ele é o cumprimento da profecia. Ele é o renovo de justiça que nasceu da casa de Davi ( Lc 1:69 -70). Cristo veio trazer salvação, e na condição de servo do Senhor, tornou-se a justiça dos homens.

Quer ouvir algo grande e firme? Jeremias assim anunciou a palavra do Senhor: “Nunca faltará a Davi homem que se assente sobre o trono da casa de Israel” ( Jr 33:17 ). Mas, as promessas que são anunciadas em nossos dias, não são firmes e nem grandes, pois prometem em nome do Senhor carros, casas, empregos, saúde, dinheiro, etc.

Quem busca o reino dos céus ( Lc12:31 ), busca alegria, paz e gozo no Espírito Santo, pois o reino de Deus não consiste em comida e bebida "Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo" ( Rm 14:17 ). Quem busca o reino de Deus busca o poder de ser feito filho de Deus, pois só os que recebem poder de serem feitos filhos de Deus podem ver o reino dos céus, visto que o reino não tem aparência exterior "Porque o reino de Deus não consiste em palavras, mas em poder" ( 1Co 4:20 ; Jo 1:12 -13 ; J o 3:3 ; Lc 17:20 ).

Não busque casa e herdades em Deus, antes busque ser participante das firmes beneficências prometidas a Davi, a de que o seu Descendente faria casa ao nome do Senhor, pois a promessa que foi feita é a de vida eterna "Para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna" ( Tt 3:7 ; 1Jo 2:25 ). Regozije-se no fato de ser participante da obra em que o Pai e o Filho trabalham, certo de que todas as coisas serão acrescentadas ( Lc 12:31 ).

Persevera confiante no Senhor, pois Ele fez de você casa, templo e habitação d’Ele “Porque toda a casa é edificada por alguém, mas o que edificou todas as coisas é Deus (...) Mas Cristo, como Filho, sobre a sua própria casa; a qual casa somos nós, se tão somente conservarmos firme a confiança e a glória da esperança até ao fim” ( Hb 3:4 e 6).


postador por: Claudio F. Crispim

Nasceu em Mato Grosso do Sul, Nova Andradina, em 1973. Aos 2 anos, sua família mudou-se para São Paulo, onde vive até hoje. O pai ‘in memória’ exerceu o oficio de motorista de ônibus coletivo e a mãe comerciante, ambos evangélicos. Claudio Crispim cursou o Bacharelado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública na Academia de Policia Militar do Barro Branco e, desde 2004 exerce a função de Tenente da Policia Militar do Estado de São Paulo. É casado com Jussara e é pai de dois filhos, Larissa e Vinícius. É articulista do Portal Estudo Bíblico (www.estudobiblico.org), com mais de 200 artigos publicados e distribuídos gratuitamente na web.

Create Account



o que você procura ?